Os assassinos da democracia

Mario Sergio Cortella comenta as manifestações sociais que se deram em meados de Junho de 2013, onde o que nasceu como uma “luta social” que findou-se com os “Democracidas”, os assassinos da democrescia.


Em minoria, os “Democracidas” se juntavam as manifestações para desctruir o bem público e alheio, trazendo violência para um movimênto que, até então era legal. O que era para ser um movimento de reinvidicação do povo, passou a ser um palco de guerra nas ruas das grandes capitais do país inteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *