mario-sergio-cortella-cbn-2

Na hora de renovar relações, é preciso entender quem ainda merece nosso afeto

Pensar bem nos faz bem!

Antes das redes sociais, houve um tempo em que a gente passava a agenda a limpo sempre que o fim do ano se aproximava. Nesse processo, escolhemos o que queremos esquecer e aquilo que ainda desejamos manter na memória. O poeta Belmiro Braga traduziu esse momento nos versos ‘quantos mortos trago vivos no fundo do coração, e dentro em mim quantos vivos há muito mortos estão?’.

Leia mais about Na hora de renovar relações, é preciso entender quem ainda merece nosso afeto

mario-sergio-cortella-cbn-2

Defender uma ideia ‘até a morte’ dificulta a convivência democrática

Pensar bem nos faz bem!

Já dizia Carlos Drummond de Andrade, “morrer por uma ideia é incontestavelmente sublime, porém na realidade dispensa-nos do trabalho de examiná-la, confrontá-la com outras, julgá-la”. A postura revela uma recusa em ouvir o que o outro tem a dizer a leva à disseminação da ofensa, trazendo à tona o ódio contido.

Leia mais about Defender uma ideia ‘até a morte’ dificulta a convivência democrática

1 2 3 4 5 15